"Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus..." (I Pe. 4.11a)

sábado, 28 de setembro de 2013

O Galo da Morte


'Pedro reagiu: “É sério, não sei do que você está falando”. Assim que ele acabou de falar, um galo cantou.' Lucas 22.60

Pedro e seus amigos, sabiam que Jesus havia de ser entregue a morrer. O próprio Jesus também havia revelado, que ele o negaria, por três vezes, e ainda havia dado um sinal: “antes que o galo cante, você vai me negar por três vezes”.

O Galo da morte já cantou pra você?

Me perguntei: “se o galo não houvesse cantado, primeiro que não seria como Jesus havia revelado anteriormente, onde tudo bem que estamos parafraseando o texto, mas para reflexão continuo: será que se o galo não cantasse, Pedro continuaria a negar a Jesus, e não cairia em si?”

Esse é o pensamento, onde eu, você e Pedro, somos completamente iguais. Será que o Galo ainda não cantou, e você continua a negar esse Jesus?  Mas até quando? Se o Galo cantou, você não só chorou amargamente, mas se quebrantou em sincero desprender dos pecados, e com atitude deixou no trono de Deus a sua confissão?

Precisamos correr para corrigir tudo aquilo que nos faz negar a Deus. Seja a falta de perdão, seja o testemunho de vida, seja a falta de amor, seja a falta de respeito, seja a falta de comunhão, seja a falta de temor, seja a falta de “vergonha na cara”.

Talvez o prazer do seu, do meu pecado, possa ser bom, mas se o Galo cantar, pode ser que morra um ‘Jesus’ inocente, e decepcionado por ver quem ele tanto amou, o abandonar no momento em que ele mais precisava, mesmo já sabendo todo o final da história, e você talvez carregue a grande culpa do ‘negar’ a Deus.

Embora difícil seja, não deixe de rever cada circunstância do seu dia a dia. Trocar o negar, pelo aceitar a morte, aceitar a cruz.


Morra pra si mesmo, viva pra Jesus!

Nenhum comentário:

Postar um comentário